Imprensa

30/06/2014

Desmatamento eleva em 100 vezes custo do tratamento da água

O desmate da vegetação próxima aos recursos hídricos disponíveis para o abastecimento humano tem forte impacto sobre a qualidade da água, encarecendo em cerca de 100 vezes o tratamento necessário para torná-la potável. Isso sem contar que passa a ser necessário preocupar-se com a destinação dos resíduos gerados pelo próprio tratamento da água.

Quando a cobertura vegetal na bacia hidrográfica é adequada, a taxa de evapotranspiração é mais alta, ou seja, uma quantidade maior de água retorna para a atmosfera e favorece a precipitação.

Um estudo recente, realizado na Universidade de São Paulo, mostrou que é possível tratar esgoto com técnicas naturais utilizando banhados naturais.

Além disso o escoamento da água das chuvas ocorre mais lentamente, diminuindo o processo erosivo. Parte da água se infiltra no solo por meio dos troncos e raízes, que funcionam como biofiltros, recarregam os aquíferos e garantem a sustentabilidade dos mananciais.

A mudança na composição química da água é ainda mais acentuada quando há criação de gado ou uso de fertilizantes e pesticidas nas margens dos rios. Ocorre aumento na turbidez e na concentração de nitrogênio, fósforo, metais pesados e outros contaminantes - impactando fortemente a biota aquática.

Além de garantir água para o abastecimento humano, os ecossistemas aquáticos oferecem uma série de outros serviços de grande relevância econômica, como geração de hidroeletricidade, irrigação, transporte (hidrovia), turismo, recreação e pesca.

-

Compartilhe isto:


Galeria de Imagens


Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/ideiasverdes/2014/06/27/desmatamento-eleva-em-100-vezes-custo-do-tratamento-da-agua/?topo=87,1,1,,1,87


Comente esta Notícia
+55 (54) 3055.8700 / 99109.1113 / 99128.6149 - proamb@proamb.com.br

© Todos os Direitos Reservados 2013 | Fundação Proamb