Imprensa

18/09/2014

Empresa gaúcha é pioneira na eliminação total de resíduos sólidos

A Fundação Proamb, de Bento Gonçalves, promove uma campanha de destinação final dos resíduos sólidos gerados pelas indústrias com foco no coprocessamento. A empresa é a única do Rio Grande do Sul que faz a eliminação total dessas sobras através de uma destinação comprovadamente segura e licenciada.

Quem quiser entender como funciona o coprocessamento pode acessar o site da instituição (www.proamb.com.br). Nele, há um poup-up que mostra resumidamente o processo de eliminação total de resíduos, informações sobre os benefícios e a importância da iniciativa, vídeos sobre o assunto e ícones explicativos. A campanha também é trabalhada no Facebook da Proamb. O objetivo é que os visitantes entendam a importância desse tipo de atividade.

O coprocessamento

Pioneiro no Rio Grande do Sul, o projeto de coprocessamento da Fundação Proamb começou em 2013. Atualmente, o serviço é uma opção segura e devidamente licenciada pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) – em conformidade com a portaria n° 016-2010 – para destinação final dos resíduos sólidos com características inflamáveis.

O coprocessamento é hoje uma alternativa para a destruição total de restos industriais perigosos gerados pelas companhias. Com a eliminação completa, não há necessidade de gerar passivos em aterros nem a obrigação de monitorar o produto por tempo indeterminado. Esse processo suspende a responsabilidade da empresa com o resíduo gerado.

Com mais de 20 anos de experiência e tecnologia própria em soluções ambientais, a Fundação Proamb oferece às empresas sua unidade de coprocessamento, em Nova Santa Rita (RS). Através de sistema especialmente desenvolvido para identificar, selecionar e processar o material, produz um combustível diferenciado para a indústria do cimento, feito de uma mistura do lixo industrial – o chamado“blend”.

O composto é conduzido aos fornos da Intercement – fabricante de cimento parceira no processo –, onde é usado como alternativa ao combustível convencional (coque de petróleo). Posteriormente, as cinzas resultantes da queima são incorporadas ao cimento fabricado.

 

Veja matéria no link: http://ahkemfoco.com.br/noticias/empresa-gaucha-e-pioneira-na-eliminacao-total-de-residuos-solidos/#!prettyPhoto/0/

 

-

Compartilhe isto:


Galeria de Imagens


Jussara Konrad - Jornalista


Comente esta Notícia
  • Gestão ambiental se faz com prevenção

    Pesquisador da Embrapa palestrou na aula inaugural do curso de Agronomia do IFRS, em evento satélite do Seminário Brasileiro de...

    Veja Mais
    • Unidade Administrativa:
    • Rua São Paulo, 1068, Borgo, Bento Gonçalves - RS
    • CEP 95705-420
    • Unidade Central de Resíduos:
    • Linha Brasil, s/nº, Pinto Bandeira – RS
    • CEP 95717-000
    • Unidade Blendagem:
    • Av. Getúlio Vargas, 7700, Morretes, Nova Santa Rita – RS
    • CEP 92480-000 – Caixa Postal: 73
    +55 (54) 3055.8700 / 99109.1113 / 99128.6149 - proamb@proamb.com.br

    © Todos os Direitos Reservados 2013 | Fundação Proamb