Imprensa

07/07/2014

Garrafas PET recicladas produzem pastilhas para revestimento

Estamos em um caminho sem volta, onde a preocupação com sustentabilidade vai muito, mas muito além do simples “Não imprima este e-mail”. Estamos num momento em que a sustentabilidade virou premissa fundamental para o surgimento (e sobrevivência) de empresas.

Um grande exemplo acaba de aparecer no mercado de construção e design de interiores. Trata-se da Rivesti, uma marca de pastilhas para revestimento feitas a partir de materiais reciclados, produzidas com uma mistura de PET reciclado (85%) e aditivos minerais reaproveitados (15%), que ainda são 100% recicláveis.

Foram necessários três anos de pesquisa e investimentos de R$ 5,5 milhões para criar o produto com o apoio de uma empresa alemã e de uma norte-americana, e o mais importante: trata-se de uma inovação 100% brasileira, com patente requerida em diversos países.

E como estamos falando de uma empresa que tem como pilar principal a sustentabilidade, outros aspectos foram pensados, como o baixo consumo de energia elétrica, a não emissão de poluentes e a não geração de resíduos. Por conta das pastilhas serem até 66% mais leves que as convencionais, a emissão de poluentes durante o transporte também é reduzida.

Como se não bastasse toda a preocupação ambiental, o produto ainda é altamente inovador e prático, por conta de um encaixe embutido nas placas que facilita o alinhamento do material, e o melhor: diminui em até seis vezes o tempo convencional.

Ou seja, a empresa é pioneira no mundo neste tipo de produto, que é totalmente alinhado com questões socioambientais e ainda possui inovações em design que o tornam atrativo o suficiente para tornar-se um grande sucesso de mercado. Alguém tem dúvida?

-

Compartilhe isto:


Galeria de Imagens


Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/ideiasverdes/2014/07/07/garrafas-pet-recicladas-produzem-pastilhas-para-revestimento/?topo=87,1,1,,1,87 


Comente esta Notícia
+55 (54) 3055.8700 / 99109.1113 / 99128.6149 - proamb@proamb.com.br

© Todos os Direitos Reservados 2013 | Fundação Proamb