Imprensa

29/05/2017

Harmonizar resultado econômico com proteção ambiental é o grande desafio do gestor

Graduada em Direito pela UFRGS, pós-graduada pela University of Wisconsin (USA) e especializada em Direito Ambiental Nacional e Internacional pela UFRGS, a Dra. Luisa Falkenberg vai ser a facilitadora do curso “Impactos da Legislação Ambiental no Negócio”, em sua segunda edição, previsto para 19 de julho no Dall’Onder Grande Hotel, com realização da Fundação Proamb Educação. 

Ao refletir sobre o grau de conscientização que dirigentes e responsáveis possuem em relação ao impacto que fiscalização e legislação têm sobre a operação e, consequentemente, sobre o negócio da empresa, Dra. Luisa pensa que hoje os gestores têm, sim, consciência, porém sem conhecer o dimensionamento exato do problema. Ela tem defendido a ideia de que há a necessidade de introduzir a Contabilidade Ambiental nas empresas, de forma a ajudar os gestores a avaliarem melhor a dimensão das interferências da legislação. “Para fazer gestão do negócio, é imprescindível conhecer os riscos ambientais, com os respectivos custos ou vantagens da inércia e da prevenção”, enfatiza.

Sobre a importância de se enquadrar a empresa dentro da legislação, a professora de Direito Ambiental observa que é comum a regularização. Difícil, para não dizer impossível, é a empresa sobreviver às exigências de mercado sem atender à legislação ambiental. Para tanto, é necessário muita atenção às normas legais e exigências técnicas que se iniciam com o licenciamento ambiental. É imprescindível fazer o básico: ler, e cumprir, as condicionantes inseridas na licença. Porém, muitas vezes, o problema enfrentado pelos empreendedores é que o cumprimento integral de todas as exigências pode tornar o empreendimento insustentável. Neste ponto, entram as consultorias. Um bom aconselhamento de profissionais especializados pode viabilizar o empreendimento sem que a lei seja descumprida.

Ponto crítico, que merece toda atenção dos empreendedores, também é identificar a quem cabe a responsabilidade pelos resíduos. Sob este aspecto, Dra. Luisa lembra que a legislação é abrangente e rigorosa. A Política Nacional de Resíduos Sólidos veio reforçar as exigências do estado do Rio Grande do Sul e hoje é possível multar até mesmo o gerador doméstico pela disposição inadequada. Segundo ela, a responsabilidade pelos resíduos não é somente solidária, mas também vinculada ao gerador de maneira indissociável, até a descaracterização do resíduo como tal. Ela cita o exemplo da Proamb, que presta serviços de coprocessamento (transformação de resíduos em blend), cujo cliente, que é o gerador, se mantém corresponsável por qualquer dano que venha ocorrer ao meio ambiente durante todo o processo. Em relação ao aterro, Dra. Luisa alerta que a responsabilidade do gerador pelos resíduos perdura enquanto eles estiverem armazenados.

Na eventualidade de um acidente ambiental, a professora recomenda minimizar ao máximo as consequências do evento e comunicar, de imediato, o órgão ambiental. Essas ações, além de refletirem positivamente na esfera cível, que irá tratar do dano, atenuam a pena quando for caracterizado crime ambiental.

Sobre evolução da legislação ambiental no país, a professora lembra que no início os empreendedores eram movidos em sua grande parte pela pressão das leis e da fiscalização. Hoje, muitas empresas já começam a perceber o cumprimento das leis até como uma excelente oportunidade de negócios (ações de relacionamento institucional e imagem de marca, por exemplo). “Falar em consciência ambiental exige uma série de considerações. Muitas vezes ela está presente, porém o empreendedor deve, pela natureza do negócio, gerar lucro. A empresa não é uma instituição beneficente. Harmonizar resultado econômico com proteção ambiental é o grande desafio do gestor”, finaliza.

Se você quiser saber mais ou tiver interesse de participar do curso “Impactos da Legislação Ambiental no Negócio” acesse o link abaixo:

http://www.proamb.com.br/curso/impactos-da-legislacao-ambiental-no-negocio-jul17

-

Compartilhe isto:


Galeria de Imagens

Comente esta Notícia
+55 (54) 3055.8700 / 99109.1113 / 99128.6149 - proamb@proamb.com.br

© Todos os Direitos Reservados 2013 | Fundação Proamb