Imprensa

29/08/2017

O conhecimento faz diferença na gestão ambiental

Em palestra promovida pela Proamb, professora doutora da UCS explana sobre suas vivências em pesquisa e docência 

O conhecimento é indispensável para evoluirmos, defende a professora do curso de Engenharia Ambiental da Universidade de Caxias do Sul (UCS), Vania Elisabete Schneider. Por isso, ela compartilha um pouco de sua expertise acumulada em anos de docência e pesquisa na área ambiental durante um encontro na noite de sexta-feira (01), em Bento Gonçalves, no Dall’Onder Grande Hotel (Herny Hugo Dreher, 197), às 19h. 

Promovida pela Fundação Proamb, promotora da Fiema Brasil, a palestra Experiências Mundo Afora será um passeio pelos países nos quais ela conheceu e vivenciou múltiplas realidades. “Vou falar sobre como as viagens e o resultado dessas experiências agregam conhecimento, seja sobre um ecossistema em particular, ou como o mau uso dos recursos naturais pode acabar com uma civilização”, pontua. 

Doutora em Engenharia de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental pelo Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Vania estava na Alemanha quando a Proamb importou de lá a ideia da central de resíduo, atualmente instalada em Pinto Bandeira, onde realiza a destinação final de resíduos sólidos industriais classe I (perigosos) e classe IIA (não inertes). ”É mais um modelo de gestão do que propriamente de tecnologia”, comenta.

Aliás, conhecer como outros países cuidam de resíduos e fazem gestão ambiental é importante até para evitar importação de tecnologias obsoletas, como é o caso da incineração. A Política Nacional de Resíduos Sólidos, que prevê a redução na geração de resíduos, com a adoção de um consumo sustentável e maior reutilização do que pode ser reaproveitado e o descarte correto daquilo que não tem como ser reciclado, também estará na palestra da professora. 

Na Serra, Vania destaca a atuação da Proamb e do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Serra Gaúcha (Cisga) – composto por 10 cidades da região que trabalham para impulsionar o desenvolvimento sustentável com recursos através de convênios – como iniciativas que demonstram não apenas preocupação ambiental, mas também gestão ambiental. “Isso tem ajudado as pessoas a perceberem o princípio da logística reversa, ou seja, fazer chegar de volta ao fabricante o que é dele”, comenta Vania, exemplificando a devolução de itens como lâmpadas, baterias e pilhas às empresas que as fabricaram.

A palestra tem entrada franca. Mais informações pelo telefone (54) 3055.8703.

-

Compartilhe isto:


Galeria de Imagens

Comente esta Notícia
+55 (54) 3055.8700 / 99109.1113 / 99128.6149 - proamb@proamb.com.br

© Todos os Direitos Reservados 2013 | Fundação Proamb