Imprensa

25/04/2014

“Prevenir é melhor que remediar” Campanha da Fundação Proamb tem bula e balas

Além de realizadora da Fiema 2014, a Fundação Proamb também expõe em seu estande suas propostas de como contribuir para gestão sustentável com conhecimento, inovação, produtos e serviços.

Para esta edição da feira preparou uma campanha de conscientização de extrema relevância para os visitantes. Sob o título de “Prevenir é melhor que remediar”, a ação tem o objetivo de alertar aos empresários, dirigentes e empreendedores de que a “pressão ambiental”, ou seja, a contrapartida necessária para neutralizar o efeito nocivo de resíduos industriais, é acompanhada de maneira proporcional pelo rigor nas leis. Legislação e fiscalização impostas hoje são mais severas que as de ontem. E serão ainda mais restritivas amanhã.

O alerta da Fundação Proamb se justifica quando se constata que dirigentes de empresas, pequenas, médias e grandes, em quaisquer setores de atividades, devem estar cientes de que é deles a responsabilidade sobre os resíduos industriais gerados. Isso vale para sempre. Principalmente porque grande parte desses resíduos é agressiva ao meio ambiente e muitas vezes à saúde, não pode ser reciclado e jamais desaparecerá. Deve ser isolada dos contatos com água, solo ou ar. Conclusão: precisa ser administrada ao longo do tempo.

Sob essa ótica, a partir do momento em que os resíduos saem do âmbito das empresas, vão requerer um esforço extra, e até fora do foco do negócio. Com o agravante de que os resíduos são o subproduto dos processos internos de produção que, em muitos casos, por falta de informação ou negligência, contribuem para piorar a situação “do tubo pra fora”.

Poucas são as empresas que possuem cultura interna e estrutura necessárias para tomar as devidas providências e atender às crescentes exigências da legislação ambiental, com grandes riscos de prejuízos e multas. Na maioria dos casos, a solução para destinação e gestão de passivos ambientais requer o auxílio de instituições especializadas, como é o caso da Fundação Proamb.

No interior do estande, os visitantes recebem, como “gift”, uma caixa similar à de um medicamento com uma bula de recomendações e o alerta de que “Prevenir é melhor que remediar”. Para que o público-alvo literalmente incorpore a mensagem, além de consultar a bula vai poder saborear confeitos em forma de drágeas. Maneira mais agradável de assimilar um alerta de extrema importância para o mundo corporativo.

-

Compartilhe isto:


Galeria de Imagens


Flávio Guida Lopes 


Comente esta Notícia
+55 (54) 3055.8700 / 99109.1113 / 99128.6149 - proamb@proamb.com.br

© Todos os Direitos Reservados 2013 | Fundação Proamb