Imprensa

23/05/2014

Você é eternamente responsável pelos resíduos sólidos de sua empresa

É fundamental que os empresários e a comunidade saibam para onde estão indo e o que estão sendo feitos com os resíduos sólidos. A responsabilidade é do gerador “eternamente”, conforme a Legislação em vigor. O art.8º, da Lei nº 9.921, de 27 de julho de 1993, que dispõe sobre a gestão dos resíduos sólidos no Rio Grande do Sul diz: a coleta, o transporte, o tratamento, o processamento e a destinação final dos resíduos sólidos de estabelecimentos industriais, comerciais e de prestadora de serviços, inclusive de saúde, são de responsabilidade da fonte geradora, ou seja, da empresa.

Antes da destinação final para reciclagem ou qualquer outro destino, é importante que a empresa tenha ciência de sua responsabilidade e exija itens básicos do fornecedor, como licença ambiental em dia, instalações adequadas para o processamento ou disposição, alvará de funcionamento em dia, fornecimento de comprovação de destinação final dos resíduos, ou por MTR’s ou por nota fiscal de compra. É importante certificar-se de que o que é oferecido pelo fornecedor ambiental, que faz o recolhimento dos resíduos, realmente está sendo cumprido até o final da cadeia. 

-

Compartilhe isto:


Galeria de Imagens


Mônica Rachele Lovera

Jornalista - MTB 9791


Comente esta Notícia
+55 (54) 3055.8700 / 99109.1113 / 99128.6149 - proamb@proamb.com.br

© Todos os Direitos Reservados 2013 | Fundação Proamb